Bloco na Imprensa

Bloco na Imprensa
Julho 2, 2013 12:03 PM

colinasonline

Carta de Intenções para as Colinas do Cruzeiro - Autarquicas 2013

João Curvêlo - Setembro 2013

Bloco na Imprensa
Julho 2, 2013 12:03 PM

colinasonline

Carta de Intenções para as Colinas do Cruzeiro - Autarquicas 2013

Sara Simões - Setembro 2013

Bloco na Imprensa
Julho 2, 2013 12:03 PM

radiocruzeiro

Especial Autarquicas Odivelas/2013

João Curvêlo - Agosto 2013

Bloco na Imprensa
Abril 30, 2013 04:30 PM

Na sessão solene da Assembleia Municipal de Odivelas comemorativa do trigésimo nono aniversário do 25 de Abril, realizada no Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas, na freguesia da Pontinha, o deputado municipal do Bloco de Esquerda, João Curvêlo, fez a intervenção que pode ser vista no vídeo abaixo.

 

http://www.youtube.com/watch?v=4nWDy0Idcm0&noredirect=1

Bloco na Imprensa
Fevereiro 4, 2013 06:38 PM

Em comunicado enviado à imprensa a Concelhia de Odivelas do Bloco de Esquerda manifestou a sua total solidareidade com a luta dos trabalhadores dos SMAS de Loures, em defesa dos seus postos de trabalho e do serviço público de água e saneamento básico. 

Opinião

Ou são os ventos, ou é o calor excecional, ou agora o frio persistente, aponta-se tudo menos a irresponsabilidade de um Governo INCOMPETENTE. 

A repetição do mantra da vedação em nome da segurança só nos recorda outros muros erguidos em nome da segurança, sem que nada seja realmente resolvido.

Imaginemos um dia em que as mulheres não vão ao supermercado, não vão trabalhar, não vão à escola, não vão à faculdade, não fazem tarefas domésticas, um dia de greve feminista.

Ano após ano chegam-nos as listas dos rankings e, ano após ano, as mesmas escolas ocupam os mesmos lugares.

Intervenção no debate "Segurança Pública e Cidadania", organizado pela Assembleia de Freguesia da Misericórdia no dia 23 de janeiro de 2019.  

Realizou-se no dia 27 de Dezembro, a 4ª Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia de Campolide, contabilizando pouco mais de um ano de mandato.

A Fidelidade vendeu os prédios que detinha com um objetivo agora claro: capitalizar-se e apostar num negócio de milhões em habitação de luxo e escritórios em Lisboa.

A imagem pode conter: texto